Pornografia, você deve mudar sua opinião?

Hoje a tecnologia, está na palma de nossas mão, a facilidade em acessar a internet está mais fácil e mais pratica, nela está embutida a pornografia, você acha ela de maneiras mais “light” nas redes sociais, ou mais “hard core” nos sites especializados, o conteúdo pornográfico pode criar experiências diferentes em cada pessoa, nos homens mais velhos podem criar a dependência, nos homens mais novos podem ser a introdução a vida sexual, já que não tem conversas sobre esses assuntos com os pais ou nas escolas, onde ai mora o perigo a pornografia consumida atualmente e muito objetificada no corpo feminino, tratando mulheres como objeto de consumo, criando pessoas altamente machistas como o próprio ex-presidente dos EUA, sendo um vício a pornografia começa de uma forma mais “normais pela sociedade” sendo o consumo por coisas mais simples como uma revista de lingerie desenvolvendo a necessidades de consumir coisas mais bisaras, podendo gerar gatilhos ao crimes contra mulheres de qualquer idade, e também crimes contra homossexuais (o Brasil e o pais que mais consome conteúdo homossexuais e que mais comete crime contra os mesmos).

A falta de informação educativa sobre esse tipo de conteúdo, deixa pais desorientados, homens e mulheres viciadas, pessoas que vivem dentro desse mercado exploradas e escravizadas. Gerando crises em relacionamentos, violências tanto físicas com psicológica.

Alguns canais de comunicações  estão desenvolvendo conteúdos de informação sobre, porém ainda muito escondidos e pouco divulgados, a indústria pornográfica e altamente lucrativa (se é lucrativa e altamente consumida) e acaba alienando seus consumidores, abafando seu publico alvo, como exemplo no Youtube tem muitos relatos de pessoas que contam como seus vícios afetaram suas vidas.

A pornografia atinge todas as esferas da sociedade, independente de classes ou religião como por exemplo, o movimento “Fight the New Drug” (combata a nova droga) nos EUA e o canal evangélico do podcast Bibotalk, no Youtube que fala abertamente sobre a influência da pornografia nas igrejas e na sociedade em geral.

Agora cabe a nós criadores de conteúdo divulgar e alertar sobre o assunto, não podemos deixar a pornografia matar o amor.

Compartilhar:

Anuncie

Nós criamos seu website profissional!

Mais Posts

viverbemusa

O Humor Improvável Dos Barbixas

Para descontrair nessa vida corrida apresento esse grupo que faz muito sucesso no Youtube entrou para a lista das 100 web séries mais vistas do

Assédio Sexual: O Que Fazer?

Feliz dia das mulheres que afinal e todos os dias (clichê), mas nossas guerreias imigrantes sempre tem um desafio a mais, muitas são assedias por